Bem-vindo -
30/04/2021

Pesquisa revela risco de faltar oxigênio hospitalar em 625 cidades brasileiras

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) revelou, nesta quinta-feira (1), que pode falta oxigênio hospitalar ainda nesta semana em 625 cidades brasileiras. Ainda de acordo com o levantamento, a escassez de medicamentos do "kit intubação" atinge 1.141 prefeituras. 

O número total de gestores participantes entre as pesquisas caiu de 2.611 para 2.553. A consulta foi realizada entre os dias 29 e 31 de março.

Ao todo, 24,5% dos gestores participantes responderam que há risco real de faltar de oxigênio nas unidades de saúde e 44,7% informaram que o estoque de remédios para intubação pode acabar ainda nesta semana.

Os percentuais gerais caíram em relação à primeira edição da pesquisa, de 27,2% para 24,5% no caso do oxigênio, e de 50,4% para 44,7% quanto ao kit intubação.

Você viu?

Foi a segunda pesquisa feita pela entidade sobre a situação das cidades na atual fase crítica da pandemia. Os dados, porém, não podem ser comparados porque a CNM não informa quais prefeituras responderam as perguntas em cada levantemento. 

Lockdown

A pesquisa também mostra que 88% dos municípios estão adotando restrições das atividades aos fins de semana, e que a antecipação de feriados no último período foi promovida por 15,3% das prefeituras participantes do levantamento.

O levantamento mostrou ainda que o fechamento de atividades não essenciais foi adotado por 37,1% das cidades consultadas. Quando perguntados sobre a restrição da circulação de pessoas à noite, o percentual de municípios que aderiram a essa medida sobe para 82,2%. Quase 90% das localidades não estão aderindo às aulas presenciais.
 

"A CNM espera que esses dados possam ser utilizados de forma a auxiliar os municípios brasileiros neste momento de extrema dificuldade e ações concretas sejam realizadas para mitigar os problemas nos sistemas de saúde de todo o país", diz o texto da pesquisa.

 
 

Compartilhe!
Deixe seu comentário

Veja
Também

Marília Urgente - Sua Notícia em Marília
© Copyright 2019 Marília Urgente - Sua Notícia em Marília. Todos os direitos reservados.